Tecnologia

Subaru anuncia o BRZ 2022

A primeira geração do BRZ foi o resultado de uma colaboração entre a Subaru e a Toyota para oferecerem um desportivo a um preço razoável. O resultado foi o Subaru BRZ, o Toyota GT86 (o sucessor do lendário Sprinter Trueno AE86) e ainda o Scion FR-S.

A primeira geração do BRZ, no que toca ao exterior, era praticamente um gémeo do GT86 e do FR-S, enquanto que tudo o resto foi feito à moda da Subaru. Já no novo BRZ 2022 muitas das escolhas tomadas na primeira geração irão continuar presentes, mas claro, com melhorias.

O clássico motor Boxer atmosférico da marca nipónica vai continuar presente, mas maior e mais potente, chassis mais rígidos e ainda um novo visual. A Subaru também assegurou os fãs que resolveram os problemas existentes no modelo anterior.

O visual é bastante idêntico à primeira geração, mas com um toque mais moderno. Além disso a Subaru evitou usar o visual agressivo presente em muitos dos automóveis contemporâneos a que já nos habituámos. A traseira ganha um visual mais desportivo que tem pequenas parecenças com a traseira do WRX STI e ainda um para-choques bastante simples que incorpora as duas ponteiras de escape.

A parte frontal também recebeu um visual completamente novo com óticas menos cerradas e um pequeno splitter negro. Os mais pragmáticos podem ficar assegurados de que todas as grelhas frontais têm um propósito e não foram colocadas só pela necessidade estética, sendo que as laterais redirecionam ar à volta das rodas frontais e a principal, como seria de esperar, “alimenta” o intercooler.

Existem ainda duas pequenas barbatanas (uma de cada lado) por trás das rodas traseiras cujo o propósito é melhorar o fluxo de ar na traseira do carro.

O interior do carro mantem-se bastante idêntico, à exceção de uns novos gadgets. O BRZ tem agora um ecrã de 8 polegadas no centro do tablier, onde corre o Subaru Starlink (software de entretenimento) mais recente; para além disso há ainda um novo painel de instrumentos digital de 7 polegadas que apresenta um tacómetro centrado mas que no entanto pode ser trocado por um gráfico linear quando é ativado o modo track.

O motor Boxer de 2.0 litros debita agora 228 cavalos e produz 249 Nm de binário, fazendo-o assim cerca de 11% mais potente que o anterior e oferecendo uma aceleração 0-100 km/h em cerca de 5.7 segundos. A caixa de 6 velocidades será disponibilizada tanto em manual como em automática.

A plataforma de tração traseira também foi melhorada ao aumentar a rigidez do eixo frontal e ao adicionar chassis reforçados, o que acaba por oferecer uma resposta melhorada nas curvas. No geral a rigidez estrutural aumentou uns estonteantes 50% e o centro de massa também está agora mais abaixo.

O Subaru BRZ ainda não tem uma dada de chegada nem preços tablados, mas podemos estar a olhar para cerca de 23.000€ na versão base e possivelmente 26 para a versão Limited.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

TheMorningTech Guy

Apaixonado por inovação e pelo ambiente digital, tenho um grande interesse em entender os comportamentos humanos e como estes se relacionam com a tecnologia e necessidades do negócio para gerar produtos, serviços, organizações e sistemas centrados nos usuários.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo