Apple

Lojas “Express”: Apple dispersa o levantamento do iPhone 12

Sempre que a Apple lança um novo produto, é certo que veremos fotografias das filas compostas pelos entusiastas da marca que correm pelo seu exemplar. Com a pandemia, não é aconselhável que sejam feitos acampamentos à porta das lojas, por exemplo, e os aglomerados não são também uma opção.

Assim, a Apple decidiu abrir mais lojas “Express” para que as multidões possam ser dispersadas.

Forma rápida e protegida de levantar produtos Apple

De acordo com Deirdre O’Brien, a Apple vai abrir mais lojas “Express”, para ser possível dispersar os entusiastas da marca que quiserem adquirir o seu iPhone 12. A primeira vez que a Apple testou este formato foi em setembro, na Califórnia. Desde aí, abriu mais 20 lojas “Express”, quer nos EUA, quer na Europa.

Até ao final de outubro, a Apple planeia abrir mais 50 lojas “Express”, em várias regiões. Dessa forma, conseguirá servir de forma segura os seus consumidores, possibilitando o distanciamento social e todas as medidas impostas.

É uma forma mais rápida de servirmos os clientes.

Disse O’Brien.

Filas Apple

Lojas “Express” para dispersão de entusiastas

Para proteção de todos, as lojas “Express” estão preparadas para as novas condições espoletadas pela COVID-19. Assim sendo, possuem uma frente fechada, impedindo os consumidores de entrar em contacto com o funcionário e com os dispositivos, bem como pequenas janelas de acrílico, para ser atendido apenas um consumidor de cada vez.

Além das barreiras físicas, a Apple pensou também numa forma de encurtar a passagem dos consumidores pelas lojas “Express”. Assim, a encomenda pode ser efetuada a partir de casa e, posteriormente, levantada na loja. Dessa forma, a loja servirá apenas como um espaço pick-up.

Estando o calendário a caminhar para as épocas festivas e não estando a COVID-19 a dar sinais de tréguas, a Apple tem vindo a repensar a interação com os seus consumidores. Assim, tem experimentado vários formatos de loja, de modo a facilitar a vida daqueles que compram os seus produtos. Para eles, abrir mais lojas “Express” foi a solução mais adequada para entregar o mais recente lançamento da marca, o iPhone 12.

Pese o facto que, hoje, os EUA registaram mais de 75 mil casos e a Europa superou a marca dos 200 mil, com vários países a atingir novos recordes diários.

 

Leia também:

TheMorningTech Guy

Apaixonado por inovação e pelo ambiente digital, tenho um grande interesse em entender os comportamentos humanos e como estes se relacionam com a tecnologia e necessidades do negócio para gerar produtos, serviços, organizações e sistemas centrados nos usuários.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo