Apple

Epic ganha apoio da Microsoft contra a Apple, mas não nas comissões

A batalha que coloca frente a frente a Epic Games e a Apple parece não estar próxima da resolução. As duas empresas esgrimem os seus argumentos e tudo aponta para que só seja resolvido nos tribunais. Contudo, além das comissões, há algo mais neste diferendo entre as duas empresas. Nesse sentido, porque toca diretamente à Microsoft, a empresa proprietária da Xbox veio ao terreno defender a Epic.

Conforme vimos, a Epic quis contornar as regras da Apple e foi penalizada. Viu assim o Fortnite fora da App Store. Além disso, a empresa de Cupertino fechou o acesso a ferramentas importante para os programadores. É aí que toca nos interesses da Microsoft.

Microsoft ao lado da Epic Games contra a Apple

A luta da Epic Games, a criadora do Fortnite, contra a Apple parece que não está a perder força. Esta editora de jogos tem um processo a decorrer em tribunal e anda por isso a tentar recolher aliados. Assim, como foi dado a conhecer, a empresa tentou juntar outras empresas contra a Apple, e até conseguiu receber um ténue apoio do Spotify. No entanto, quem avançou foi a Microsoft.

Phil Spencer, responsável da Microsoft Gaming, tomou a posição de defender a Epic Games. Este apoio surgiu na forma de uma declaração de apoio em tribunal.

Microsoft perde com bloqueio ao Unreal Engine

Segundo o que a Microsoft revelou, é seu entendimento que a proibição de acesso às ferramentas de desenvolvimento é prejudicial. Esta limitação poderá ter um impacto negativo na indústria dos jogos como um todo.

Em concreto, terá um grande impacto no desenvolvimento do Unreal Engine, da Epic Games. Este é usado por muitos programadores e criadores de jogos quando desenvolvem as suas propostas para os títulos que correm no iOS e no iPhone.

Forza Street estará em risco com Epic fora da App Store

A própria Microsoft sente-se lesada neste processo e tomada de posição da Apple. Ao bloquear o acesso a todas as ferramentas de programação à Epic Games, a Microsoft fica com problema com o seu jogo Forza Street.

Contudo, a Microsoft nada falou sobre as taxas. Aliás, a empresa pratica os mesmos 30% de comissões na sua loja Xbox, e seguramente que não quer ver a sua parcela diminuída.

TheMorningTech Guy

Apaixonado por inovação e pelo ambiente digital, tenho um grande interesse em entender os comportamentos humanos e como estes se relacionam com a tecnologia e necessidades do negócio para gerar produtos, serviços, organizações e sistemas centrados nos usuários.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo